Imprimir esta página

Pela Superliga, Osasco bate Barueri e amplia freguesia

Escrito por  Redação

Foto: ZDL Sports / Assessoria de ImprensaO Vôlei Osasco-Audax derrotou o Hinode Barueri nesta sexta-feira (8), no José Liberatti, pela quinta rodada do returno da Superliga Cimed. O time comandado pelo técnico Luizomar venceu pelo placar de 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/17, 28/26, em 1h27min. Com o resultado, a equipe osasquense chegou ao oitavo triunfo em oito confrontos diante do adversário. Como é tradição nos jogos em casa, a torcida lotou o ginásio e deu show ao incentivar as atletas da primeira a última bola. Mas a noite contou com uma torcedora especial. De volta após a primeira temporada na China, Tandara vibrou com a atuação das ex-companheiras e entregou o troféu VivaVôlei para Mari Paraíba.

 

Mari Paraíba levou o VivaVôlei pela regularidade em quadra. No ataque, Hooker foi implacável. Com 20 acertos, a oposta foi a maior pontuadora da partida. "Sacamos bem, principalmente nos dois primeiros sets. No terceiro, elas forçaram o serviço. Mas o time não desistiu em nenhum momento, lutou e foi buscar. A equipe vem trabalhando por mais entrosamento e tem melhorado a cada dia. Precisamos que cada peça funcione em quadra e hoje conseguimos manter um bom nível durante toda a partida", disse a ponteira, feliz com o troféu VivaVôlei.

 

Luizomar também elogiou suas atletas. "Tivemos uma boa semana de trabalho, com bastante estudo e treinamento forte. As meninas se empenharam muito, especialmente nas situações táticas em relação ao adversário. Por toda a dedicação, a equipe foi premiada com a virada e a vitória no terceiro set. Fizemos as duas primeiras parciais muito bem. Elas vieram agredindo um pouco mais no saque no terceiro, mas o importante é que nossas jogadoras lutaram e mantiveram o foco até o fim. E ainda contamos com o apoio da nossa fantástica torcida".

 

O jogo - O Vôlei Osasco-Audax e Hinode Barueri fizeram um início de jogo equilibrado. Quando as visitantes chegaram a 12/9, Luizomar pediu tempo. Quando as donas da casa reagiram, foi a vez do adversário parar o jogo. Não adiantou. O time osasquense empatou, virou e abriu. Com um bloqueio da dupla Nati/Mari, fez 20/16. As estrangeiras definiram o set inicial. Após dois pontos seguidos de Hooker, Angela Leyva desceu o braço para fechar em 25/21.

 

Walewska marcou o décimo ponto (10/5) e o vigésimo ponto (20/11) de Osasco, que dominou o segundo set desde o início. Sacando bem e contando com grandes defesas de Camila Brait, Kika, Mari e Leyva, a equipe da casa jogou na frente desde o início. Com eficiência no contra-ataque, chegou ao set point com Hooker (24/17). Nati fez no 25/17 no bloqueio.

 

O terceiro set começou complicado para Osasco, com Barueri tomando à frente no placar. Luizomar pediu tempo quando o adversário fez 11/8. Seu time melhorou de rendimento, mas não o bastante para encostar no marcador. Com isso, ele parou o jogo novamente quando o rival fez 17/13. Na base da garra, Osasco foi reagindo e baixou a diferença para três pontos (19/22). Sem se entregar e empurrado pela torcida, o Audax engatou uma reação incrível. Empatou no 24/24 com Walewska e virou com Nati Martins. Com Hooker virando todas as bolas de segurança, chegou à vitória por 28/26. No final, o time se uniu em quadra para cantar parabéns para Natasha, a aniversariante do dia.

 

O Vôlei Osasco-Audax entrou em quadra com Carol Albuquerque (2), Hooker (20), Walewska (9), Nati Martins (6), Mari Paraíba (10), Angela Leyva (5) e a líbero Camila Brait. Entraram: Kika, Claudinha, Lorenne (1). Técnico: Luizomar de Moura.

 

O Hinode Barueri entrou com Juma (2), Thaisa (11), Milka (7), Maira (3), Amanda (9), Skowronska (12) e a líbero Natinha. Entraram: Dani Lins (1), Tainara, Jackie, Elina (1). Técnico: José Roberto Guimarães.


Fonte e Fotos : ZDL Sports / Assessoria de Imprensa




Avalie este item
(0 votos)